PESQUISAR

Conheça 5 passos para melhorar a gestão do agronegócio

Tempo de Leitura: 8 minuto(s)

Publicado em 30 de Agosto de 2018. Por: SÉCULO XXI - CONVENIADA FGV.

TAG's: conheca, passos, melhorar, gestao, agronegocio

Uma grande ambição da agricultura brasileira é tentar ser, até 2030, a maior produtora de alimentos do mundo. Temos ótimas perspectivas para alcançar esse objetivo, mas temos também desafios grandiosos pela frente. Dentre estes desafios, melhorar a gestão do agronegócio é um dos mais importantes.

Precisamos ser mais produtivos, eficientes e lucrativos, e você, como produtor rural ou gestor de agroindústria também tem total responsabilidade nesta meta brasileira. Sua área de atuação pode estar ligada à agricultura, pecuária ou até à indústria de alimentos, mas, independentemente disso, você deve saber gerir bem seu negócio para contribuir com essa meta.

Isso porque, com a melhoria da gestão do agronegócio, haverá maior maximização da produção e, consequentemente, dos lucros. Mas você sabe quais são as principais medidas para melhorar a gestão do agronegócio?

Várias são as medidas que contribuem com essa importante necessidade. Entre elas podemos citar o planejamento, a organização e a qualificação diferenciada como as mais importantes.

Quando bem conduzidas na fazenda, essas medidas irão ajudar a melhorar a gestão do agronegócio, elevando-a a um novo patamar. Com isso, seu negócio também crescerá de forma substancial.

Saiba como e porque essas e outras medidas lhe ajudarão a melhorar a gestão do agronegócio.

1. Invista no planejamento do seu negócio

Nenhuma empresa no âmbito mundial, seja ela ligada ao agronegócio ou não, consegue melhorar sua gestão sem que priorize um eficiente planejamento.

O planejamento é, e sempre será, um dos principais fatores na determinação do sucesso da atividade agropecuária, sendo a ferramenta mais importante para as tomadas de decisão em qualquer empreendimento ligado ao agronegócio.

Talvez esse até não seja o seu caso, mas infelizmente o bom planejamento, por muitas vezes, é deixado de lado por muitos produtores rurais. Tal fato faz com que muitos deles tenham dificuldades de se preparar para crescer e, principalmente, enfrentar eventos adversos.

Por estas razões, a elaboração de planejamentos bem fundamentados constitui passo importante para melhorar a gestão do agronegócio.

Com um bom planejamento é possível criar um plano de ações eficazes para se atingir um determinado objetivo. Esse planejamento consiste, basicamente, na compreensão detalhada do cenário atual (interno e externo) do seu negócio e, com o apoio desta análise, é possível desenhar seus objetivos que podem ser alcançadas por meio de ações táticas e programadas.

Além do mais, vale lembrar que a capacidade de planejamento pode ser sempre aprimorada, ou seja, quanto mais vezes fazemos, mais acurado o planejamento fica, se tornando mais relevante para a tomada de decisão.

2. Tenha disciplina e seja organizado

A gestão de uma fazenda é uma tarefa que requer muita disciplina e organização por parte de seus gestores. Ao mesmo tempo, é uma atividade fundamental em razão do volume dos investimentos necessários para tocar o negócio.

Desta forma, você deve incorporar ao seu dia a dia não somente a gestão técnica da produção, mas também buscar com afinco muita disciplina e organização para realizar o controle de suas despesas, receitas e investimentos e, assim, melhorar a gestão do agronegócio.

No controle das despesas e receitas você deve registrar todas as movimentações do dia a dia como todas as aquisições de insumos, peças e demais itens necessários à produção. Você também deve saber o que vendeu e por quanto vendeu.

Com essa disciplina e organização é possível realizar a geração de relatórios consolidados por período, bem como a análise da evolução das despesas e receitas.

Ter organização para manter os estoques sempre em percentuais desejados também é fundamental para melhorar a gestão do agronegócio. Afinal, estoque em excesso significa dinheiro parado.

Neste sentido, é essencial que você faça o registro do que entrou, do que saiu e para que finalidade, somente assim há a possibilidade de inventariar todos os itens armazenados, verificando se as quantidades à disposição estão em conformidade com o esperado.

3. Avalie resultados

Para saber se está conseguindo melhorar a gestão do agronegócio, você deve saber avaliar seus resultados, afinal não há chances de um negócio ser bem-sucedido se não é feito um diagnóstico dos frutos gerados.

Uma boa análise da performance do seu empreendimento trará a você as respostas para o seguinte questionamento: a metodologia que você utilizou no processo de gestão trouxe mais pontos positivos ou mais pontos negativos?

Se você, no papel de gestor, não sabe a resposta, será bem difícil melhorar a gestão do agronegócio, ou seja, será difícil fazê-lo crescer. A chance de estagnar ou dar lugar a uma longa crise será muito maior.

Daí a importância da análise dos resultados. Com uma boa análise, você conseguirá entender o que está funcionando e o que precisa ser aprimorado ou modificado.

Além disso, os resultados podem ser comparados com os valores planejados a qualquer momento. Desse modo, caso haja desvios, as causas dos mesmos podem ser identificadas com mais facilidade.

Por isso, desenvolver boas práticas de gestão, por meio de avaliações constantes é, sem dúvidas, a melhor forma de saber se os resultados estão sendo alcançados como deveriam.

4. Você conhece a técnica de Lean Thinking?

Inicialmente criado para a indústria, o Lean Thinking (ou “pensamento enxuto”) tem como meta aumentar a produtividade e reduzir custos, processos que também são imprescindíveis para melhorar a gestão do agronegócio.

Princípios e ferramentas associadas ao Lean Thinking são de extrema utilidade no campo, por isso você deve ponderar sua utilização, haja vista que você trabalha com produtos perecíveis e que dependem de forte estrutura logística ou tecnológica. Nesse contexto, qualquer falha pode comprometer todo o sistema.

São muitas as oportunidades de melhoria da gestão via lean thinking, e todas elas começam pelo estabelecimento de processos. Também é interessante mapear o fluxo de valor para o cliente, assim como priorizar e economizar recursos.

A gestão do tempo em cada processo é outra vantagem significativa do Lean, sendo extremamente útil para o agronegócio. Isso porque o atendimento dos clientes de forma ágil é uma maneira de evitar a perda de estoques. Com isso, aumenta-se a satisfação do consumidor e também diminui-se gastos.

De fato, vários são os benefícios do Lean Thinking, porém é importante que você, como gestor, e seus colaboradores estejam em sintonia e, principalmente, dispostos a adotar a cultura Lean, caso contrário você não terá sucesso com essa filosofia.

Portanto, se ainda não conhece, busque informações sobre essa metodologia. Se ela for bem conduzida e seguida, certamente você conseguirá melhorar a gestão do agronegócio.

5. Qualifique-se para melhorar a gestão do agronegócio

Sem nenhuma dúvida, treinamentos e constantes qualificações aplicadas a pequenas, médias e grandes propriedades é passo fundamental para que consigamos melhorar a gestão do agronegócio.

Muitos produtores rurais acham que fazem uma gestão de excelência e não precisam de mais qualificação, entretanto o agronegócio vem se expandindo e se modernizando rapidamente. Tal ocorrência vem exigindo novas competências profissionais que somente uma boa qualificação pode trazer.

Neste sentido, os cursos de pós-graduação, caso do MBA FGV em Gestão Empresarial com Ênfase no Agronegócio, é uma excelente opção por trazer conhecimentos teóricos e práticos sobre as ferramentas de gestão, planejamento e organização da atualidade.

Com essa qualificação, o novo gestor do agronegócio conseguirá:

  • Pensar e agir política, científica e eticamente nas atividades do agronegócio;
  • Prospectar novos mercados dentro do agronegócio;
  • Buscar alternativas de beneficiamento, logística e comercialização dos produtos da fazenda;
  • Avaliar as tecnologias do setor agropecuário;
  • Realizar a análise de viabilidade econômica, além da implantação e desenvolvimento de projetos sustentáveis;
  • Refletir de forma crítica sobre os impactos sociais e ambientais da sua atividade;
  • Desenvolver novos empreendimentos na cadeia produtiva do agronegócio.

Com esse pensamento mais crítico obtido na qualificação, certamente você conseguirá melhorar a gestão do agronegócio e, com isso, irá atingir um novo patamar.

Você pretende fazer uma especialização, mas não sabe qual pós-graduação fazer? Então conheça as diferenças entre Pós-graduação, MBA e Mestrado agora mesmo. 

VOCÊ PODE GOSTAR TAMBÉM DE:

Comentários:

Século XXI Conveniada FGV - Cursos de MBA, Gestão Empresarial, Gestão Comercial

© 2020 - Todos os direitos reservados

Fundada em fevereiro de 2000, a Século XXI Desenvolvimento Organizacional Ltda. é uma empresa com atuação na área de prestação de serviços em Educação Continuada e Consultoria, com foco no setor empresarial. É conveniada da Fundação Getulio Vargas - FGV Management para as regiões Centro-Oeste, Sudoeste e Alto Paranaíba, do Estado de Minas Gerais.

Século XXI Conveniada FGV - Cursos de MBA, Gestão Empresarial, Gestão Comercial, Avenida São Vicente, 469 - 1º andar - Centro
Tel.: +55 (37) 3212-9525