PESQUISAR

LinkedIn no Agronegócio: 5 razões pra você usar a rede agora

Tempo de Leitura: 9 minuto(s)

Publicado em 15 de Maio de 2019. Por: SÉCULO XXI - CONVENIADA FGV.

TAG's: linkedin, agronegocio, razoes, voce, usar, rede, agora

Considerada a rede social com o objetivo mais “profissional e corporativo” da atualidade, o LinkedIn já conta com 25 milhões de usuários no Brasil, sendo utilizado tanto por empresas quanto por profissionais. Neste contexto, há um setor que vem se beneficiando do viés profissional dessa rede social. Estamos falando da oportunidade de uso do LinkedIn no Agronegócio.

Criado em 2003, nos Estados Unidos, o LinkedIn tem por objetivo conectar profissionais, empresas, clientes e instituições de ensino. Por isso, se tornou essencial para diversos ramos da economia mundial e o agronegócio vem tendo grande destaque.

Na atualidade, o agronegócio exige de profissionais e empresas uma conexão muito maior para que sejam estabelecidas novas parcerias, networking bem alicerçado, além da constante prospecção de novos negócios.

Toda essa conexão – pelo menos o início dela - pode ter como ponte o LinkedIn, que proporciona diversos benefícios para iniciar laços profissionais no âmbito mundial.

Ficou interessado sobre a importância do uso do linkedIn no agronegócio e quer se cadastrar? Então sugerimos que continue acompanhando nosso post.

Nele apresentaremos quais os objetivos do LinkedIn, além de listarmos alguns pontos que demostram as vantagens que o profissional do agronegócio terá ao utilizar essa rede social a favor da sua carreira.

LinkedIn: foco total nas relações profissionais

Assim como o Twitter e o Facebook, o LinkedIn é, sobretudo, uma rede social que conecta pessoas que apresentem interesses em comum.

Mas, diferentemente dessas redes sociais citadas, o LinkedIn é focado essencialmente em relações profissionais, possibilitando que qualquer profissional possa manter contato com a sua rede de trabalho ou seu ramo de atuação.

Por muito tempo, o LinkedIn foi visto como apenas um banco de currículos virtual. Mas essa rede social foi se aperfeiçoando e desenvolvendo ferramentas de interação entre pessoas, marcas, empresas e instituições.

Assim, hoje em dia o foco central do LinkedIn é o mundo corporativo, sendo capaz de oferecer uma experiência especifica a profissionais, possibilitando promoção, divulgação e aperfeiçoamento profissional.

A boa notícia é que as empresas também já descobriram todo o potencial desta rede, passando a incorporá-la ao seu arsenal de ferramentas para oferecer informação de qualidade quanto e recrutar novos profissionais.

Por essas razões, hoje em dia, o LinkedIn é conhecido como o “Facebook para profissionais”, tamanha as interações e participação de profissionais e empresas de qualquer setor produtivo, como é o caso do agronegócio, cujos atores podem se beneficiar grandemente dessa imensa rede de relacionamento. Por isso, o uso do LinkedIn no agronegócio é altamente possível e recomendado.

LinkedIn no agronegócio: principais vantagens e benefícios para quem usa

O LinkedIn oferece várias oportunidades e possibilidades tanto para profissionais quanto para empresas ligadas a esse imenso setor que é o agronegócio mundial. Como essa rede apresenta um tom mais profissional, as interações dentro do agronegócio tendem a ser mais informativas, objetivas e assertivas.

Por um lado, ao usar o LinkedIn, as empresas do agronegócio têm condições de ampliar o mercado de atuação, fazendo parcerias e gerando novos negócios. Por outro, os profissionais do setor podem fazer amizades e gerar contatos profissionais e até mesmo rastrear boas oportunidades de emprego.

Baseado nisso, o uso do LinkedIn no agronegócio permite:

Fazer Networking com profissionais do ramo

No mundo do agronegócio, ter uma rede de contatos (o famoso networking) é fundamental para fortalecer a imagem de profissionais e empresas do setor. Nesse sentido, quando bem utilizado, o LinkedIn no agronegócio é uma ferramenta que pode ajudar muito.

Entretanto, para que o networking seja eficiente, é preciso que esse tipo de parceria seja de mão dupla, com os dois lados interagindo um em favor do outro, para que todos saiam ganhando.

Por isso, algumas dicas precisam ser seguidas para que o networking seja eficiente para o uso do LinkedIn no agronegócio.

  • Interaja com as pessoas da sua rede. Faça com que as pessoas se lembrem de você e não apenas colecione contatos;
  • Foque nas pessoas certas. O LinkedIn tem milhões de usuários, por isso é importante interagir com as pessoas certas para aumentar o potencial do seu networking.

Mostrar autoridade em ramos específicos

Como já salientado, o LinkedIn é uma rede profissional que está em constante avanço, e uma das novidades mais recentes dessa rede é a possibilidade de ler e publicar artigos. Essa possibilidade pode ser bastante relevante para os profissionais do agronegócio, que terão a possibilidade de fazer marketing pessoal.

Além disso, essa funcionalidade não tem restrições, ou seja, grandes influenciadores com projeção global ou profissionais “anônimos” e jovens recém-saídos da faculdade podem fazer uso do LinkedIn para publicar seus artigos.

Assim, se usarmos nosso tempo para pesquisarmos um pouco, encontraremos artigos muito bem redigidos que fazem do uso do LinkedIn no agronegócio uma oportunidade bastante interessante para alavancar a carreira do profissional desse setor.

Nessas pesquisas, é possível encontrar ou publicar artigos com os seguintes assuntos:

 - “O que está mudando no agronegócio?”;

 - “Quais são as novas competências exigidas pele profissional do agronegócio?”; e

 - “Quais são as discussões mais relevantes para essa área atualmente?”.

Procurar emprego

Voltado ao mercado de trabalho, o LinkedIn é, para muitas empresas – inclusive aquelas ligadas ao agronegócio, a principal ferramenta de recrutamento e busca por talentos da atualidade.

Basta fazer uma simples pesquisa na barra de busca no LinkedIn para observamos que praticamente todas as médias e grandes empresas do agronegócio estão presentes nessa rede social.

O interessante é que todas essas empresas ligadas ao setor costumam apresentar vagas de emprego e fazer recrutamento via LinkedIn. Mas, para aproveitar essas oportunidades, toda pessoa precisa seguir algumas regras básicas:

  • Mantenha seu perfil completo e sempre atualizado;
  • Lembre que o LinkedIn é uma rede profissional e precisa ser tratada como tal;
  • Cuidado com a foto do perfil. Fotos informais, como na balada, na praia ou com o cachorro não são recomendadas;
  • Se você estiver buscando emprego, use filtros para facilitar a busca;
  • Comporte-se profissionalmente, ou seja, tente não repetir as mesmas mensagens que você já publicou no Facebook ou Twitter em sua timeline no Linkedin. Lembre que o foco deve ser em conteúdos estritamente profissionais.

Participar de grupos de discussão sobre o agronegócio

O LinkedIn permite que sejam criados grupos de discussão em todo tipo de área. Estes grupos são ideais para funcionar como um ponto de encontro onde profissionais de um mesmo setor ou com interesses semelhantes podem compartilhar seus insights e experiências, pedir orientação e construir conexões importantes.

Neste sentido, os profissionais do agronegócio devem procurar participar de grupos de discussão que tenham pessoas e empresas ligadas aos diversos segmentos dentro do setor.

Além disso, ao se tornar integrante de um grupo, o profissional do agronegócio pode conversar com outros que compartilham ideias semelhantes, encontrar respostas e enviar uma mensagem gratuita a um integrante, possibilitando um uso mais eficiente do LinkedIn no agronegócio.

Manter o aprendizado constante

O uso do LinkedIn no agronegócio permite que o profissional desse setor siga profissionais, empresas, centros de pesquisa e de ensino conhecidas pela autoridade no mercado.

Ao seguir esse tipo de perfil, agrônomos, gestores, veterinários, zootecnistas e demais profissionais do agronegócio estarão sempre alinhados às tendências, novidades e cultura desse setor que vive em constante evolução técnica, tecnológica e mercadológica.

Neste contexto, o uso do linkedIn no agronegócio permite saber quais são os assuntos do momento. Por isso, todo profissional deve criar uma rotina para visitar alguns perfis.

Também é interessante acessar os perfis de empresas do agronegócio com páginas dentro do LinkedIn – inclusive de concorrentes - procurando por alguns padrões que podem ser úteis para traçar novas estratégias, tais como:

  • Quais novas tecnologias estão sendo utilizadas;
  • Quais pesquisas vêm sendo realizadas;
  • Quais os modelos de gestão adotados;
  • Quais as tendências, riscos e oportunidades dentro do setor

Portanto, se você atua no agronegócio e ainda não tem um perfil no LinkedIn, é melhor repensar a situação.

Se inscreva agora mesmo nessa rede formada por profissionais e esteja sempre alinhado às novidades, tendências e maiores profissionais do agronegócio.

Aproveite e siga o perfil da Século XXI Minas Conveniada FGV no LinkedIn

VOCÊ PODE GOSTAR TAMBÉM DE:

Comentários:

Século XXI Conveniada FGV - Cursos de MBA, Gestão Empresarial, Gestão Comercial

© 2019 - Todos os direitos reservados

Fundada em fevereiro de 2000, a Século XXI Desenvolvimento Organizacional Ltda. é uma empresa com atuação na área de prestação de serviços em Educação Continuada e Consultoria, com foco no setor empresarial. É conveniada da Fundação Getulio Vargas - FGV Management para as regiões Centro-Oeste, Sudoeste e Alto Paranaíba, do Estado de Minas Gerais.

Século XXI Conveniada FGV - Cursos de MBA, Gestão Empresarial, Gestão Comercial, Avenida São Vicente, 469 - 1º andar - Centro
Tel.: +55 (37) 3212-9525