PESQUISAR

Será que sua carreira no agronegócio está estagnada?

Tempo de Leitura: 8 minuto(s)

Publicado em 12 de Junho de 2019. Por: SÉCULO XXI - CONVENIADA FGV.

TAG's: sera, carreira, agronegocio, esta, estagnada

Nos últimos anos, o profissional que opta pela carreira no agronegócio precisa ser cada vez mais versátil, dinâmico, qualificado e estar disposto a absorver novos conhecimentos e habilidades mais específicas.

Porém, por muitas vezes, estas qualidades não são recorrentes. Há ocasiões em que determinada empresa chegou a um patamar e simplesmente parou de crescer, se estagnando. Em outras situações – ainda mais sérias - é o próprio profissional do setor que para de evoluir com sua carreira no agronegócio.

Alguns sinais que mostram que a carreira no agronegócio estagnou são a gestão desatualizada, desconhecimento sobre os números da empresa, uso de ferramentas de gestão ultrapassadas - ou sequer o uso desse tipo de recurso, entre outros.

O profissional que sente que estes sinais fazem parte do seu dia a dia precisa pensar em realizar um upgrade na sua carreira no agronegócio. Somente assim sua empresa pode crescer de forma mais sustentada, assim como sua carreira.

Conheça mais a fundo esses sinais que fazem impedem seu crescimento e descubra como dar um upgrade pra valer na sua carreira no agronegócio.

Sua carreira no agronegócio está estagnada?

Trabalhar sempre com objetivos claros é algo determinante em qualquer atividade; no agronegócio isso não é diferente. Por isso, precisamos sempre nos planejar para sabermos onde e como estamos indo e onde queremos chegar.

Porém, essencialmente no ambiente do agronegócio, algumas dificuldades fazem com que a carreira de um profissional desse setor não decole, se mantendo estagnada e sem evolução, fato esse que certamente terá resquícios no negócio que ele gerencia.

Essas dificuldades são percebidas através de alguns sinais indicativos da baixa eficiência na condução da atividade. Os sinais mais representativos desse cenário são:

1. Gestão desatualizada

Para atingir o sucesso na carreira do agronegócio, todo gestor deve envolver uma combinação de técnicas e competências que elevem sua atividade a um novo patamar, fazendo-a crescer de uma forma mais sustentada.

Porém, por vezes, esse profissional esbarra em uma gestão com falhas e desatualizada, representando um grande risco tanto para o negócio quanto para o seguimento da carreira do profissional responsável pela gestão.

Esse tipo de ocorrência tem o triste potencial de estagnar o crescimento da empresa, deixando-a parada no tempo, impedindo o gestor de ter uma visão mais estratégica deste mercado.

Assim, quando a gestão é desatualizada, vários problemas podem comprometer a saúde da empresa num futuro próximo.

2. Ferramentas de gestão inapropriadas ou a falta delas

Além da dificuldade de gestão inerente a profissionais desse setor, a falta de ferramentas de gestão que sejam apropriadas para esse tipo de atividade é outro problema que pode representar um desserviço para o crescimento do agronegócio.

Sabe-se que o alcance e a dimensão que o agronegócio tem no Brasil não permitem mais que a gestão seja obsoleta ou arcaica, entretanto é exatamente isso que ocorre em algumas empresas do setor.

Por muitas vezes, estas empresas não investem na modernização e profissionalização de sua gestão e, quando investem, as ferramentas utilizadas são inapropriadas ou não atendem a todas as expectativas desse setor.

Com isso, seus gestores ficam sujeitos a sofrerem com a falta de planejamento e com a incapacidade de gerir o negócio, dificultando a análise de tendências e ocasionando a realização de processos de gestão falhos.

Nos dias atuais, podemos pensar que é praticamente impossível que exista uma empresa sem uma gestão de sucesso e suportada por ferramentas mais atuais, seja ela do mundo agro ou não. Mas, infelizmente, é isso que ocorre em algumas empresas do ramo do agronegócio.

Assim, mais cedo ou mais tarde estas empresas sofrerão com problemas, pois não vão conseguir antever e se planejar para intempéries como crises econômicas, mercadológicas e climáticas. Também não serão capazes de aproveitar as oportunidades que surgirão neste mercado tão dinâmico.

3. Falta de conhecimento sobre os números e resultados da empresa

Você conhece todos os números do seu negócio? Sabe se os resultados batem com as projeções? Sabe quanto produziu? Qual a sua produtividade média? E os seus gastos?

Talvez esse não seja o seu caso, mas se você não tem essas respostas, é hora de se movimentar.

Quando a empresa não tem conhecimento de todos os seus números, ela pode “emperrar”, pois a baixa capacidade do gestor em coletar, tabular, planejar e tomar decisões baseadas em números impedirá uma evolução, ou seja, o gestor não saberá quais são os resultados nem projeções do seu negócio.

O desconhecimento dos números e dos resultados é um dos grandes motivos para que empresas deixem de crescer ou para que cheguem à falência. Nesse sentido, um dos principais motivos pode ser a falta de conhecimento sobre a gestão do negócio e da carreira no agronegócio, fato esse que reforça a necessidade de mais qualificação e conhecimento.

4. Insegurança na tomada de decisão

Na gestão do agronegócio, qualquer gestor será forçado diariamente a tomar decisões cruciais que irão afetar positiva ou negativamente o futuro da empresa.

Dessa forma, o profissional que não conhece informações sobre seu negócio e sobre o mercado em que atua pode estar mais sujeito a tomar decisões erradas que influenciarão negativamente o bom funcionamento do negócio.

Além disso, há gestores que apresentam certa insegurança para tomar decisões. Na maioria dos casos, essa insegurança está atrelada à falta de conhecimento. Por isso, um upgrade na carreira do agronegócio pode ser fundamental para que o gestor adquira mais conhecimento e tenha mais segurança nas suas tomadas de decisão.

5. Desconhecimento sobre as oscilações nas exportações

O agronegócio brasileiro é caracterizado por exportações bastante elevadas. Como exemplo, o setor somou US$ 30,42 bilhões só nos primeiros quatro meses de 2019. 

Nesse contexto, muitas empresas têm como objetivo a exportações de seus produtos. Entretanto, as exportações do agronegócio estão sujeitas a oscilações que são normais. Em alguns períodos elas podem ser bem drásticas, podendo, inclusive, comprometer todas as contas da empresa.

Geralmente, essas oscilações são de difícil controle, pois dependem do mercado. Mas os efeitos que elas causam no negócio e as decisões são de responsabilidade do gestor. Se ele não tiver capacidade de antever essas oscilações ou tomar as melhores decisões para se proteger delas, os problemas podem ser grandes.

Caso sua empresa tenha sofrido com essas oscilações mais de uma vez e mais do que o esperado, pode ser a hora de dar um upgrade na sua carreira no agronegócio, com você dando mais prioridade ao seu conhecimento sobre o mercado externo.

Aprendizado e formação especializada: ferramentas essenciais para o upgrade na carreira no agronegócio

O seu negócio ou a sua carreira no agronegócio sofrem com os efeitos dos pontos citados acima? Se a sua resposta for "sim", então chegou a hora de dar um upgrade na sua carreira.

Isso não significa que tudo está errado, afinal a experiência também é peça importante em qualquer atividade, principalmente em uma carreira no agronegócio. Mas talvez falte a você competências e conhecimentos específicos para o exercício dessa carreira.

Ou seja, pode faltar aquela habilidade capaz de fazer toda a diferença na sua carreira no agronegócio, que inclusive poderá fazer seu negócio sair da estagnação e começar a evoluir de forma sustentável.

Uma ótima opção nesse sentido é investir em um bom curso especializado em gestão do agronegócio, capaz de proporcionar a profissionais um avanço significativo na sua carreira no agronegócio.

Em cursos desse tipo você vai aprender todos os aspectos ligados a essa atividade, tais como questões tributárias e trabalhistas, negociação, marketing e gestão de pessoas, cada um com sua importância necessária para o aprimoramento das práticas de gestão do agronegócio.

Portanto, se você precisa (e principalmente quer) dar um upgrade na sua carreira no agronegócio, invista em conhecimento e se inscreva em um curso especializado em gestão do agronegócio, um curso de MBA pode ser a melhor solução.

Quer saber mais? Então conheça em detalhes o curso de MBA em Gestão do Agronegócio. Seu negócio e sua carreira agradecem!

VOCÊ PODE GOSTAR TAMBÉM DE:

Comentários:

Século XXI Conveniada FGV - Cursos de MBA, Gestão Empresarial, Gestão Comercial

© 2019 - Todos os direitos reservados

Fundada em fevereiro de 2000, a Século XXI Desenvolvimento Organizacional Ltda. é uma empresa com atuação na área de prestação de serviços em Educação Continuada e Consultoria, com foco no setor empresarial. É conveniada da Fundação Getulio Vargas - FGV Management para as regiões Centro-Oeste, Sudoeste e Alto Paranaíba, do Estado de Minas Gerais.

Século XXI Conveniada FGV - Cursos de MBA, Gestão Empresarial, Gestão Comercial, Avenida São Vicente, 469 - 1º andar - Centro
Tel.: +55 (37) 3212-9525