PESQUISAR

Como aplicar a inteligência artificial na gestão?

Tempo de Leitura: 8 minuto(s)

Publicado em 4 de Fevereiro de 2019. Por: SÉCULO XXI - CONVENIADA FGV.

TAG's: aplicar, inteligencia, artificial, gestao

Se você ainda não conhece os diferentes usos da inteligência artificial na gestão de qualquer negócio, fique sabendo que, em pouco tempo, as empresas que não investirem nessa tecnologia vão correr o risco de perder espaço para as concorrentes. Afinal, a sua aplicação traz inúmeros benefícios para as organizações.

Mas, antes de tudo, fique sabendo que não estamos falando aqui sobre os robôs com aparência humana que você está acostumado a ver nos filmes americanos. Nesse caso, trata-se de máquinas, soluções e diferentes programas usados para otimizar tarefas e dar aquela força nas decisões estratégicas.

Quer saber mais sobre o assunto? Aqui, além de entender o que é o conceito de inteligência artificial, você vai ficar por dentro de todos os benefícios dessa tecnologia para as empresas e como aplicá-la na gestão dos negócios.

O que é inteligência artificial?

Uma das tendências em gestão empresarial, a inteligência artificial (IA) nada mais é do que um ramo da ciência da computação que, por meio de símbolos computacionais e algoritmos, busca construir mecanismos e dispositivos que executem tarefas de modo parecido ao ser humano. Para isso, a IA inspirou-se no próprio sistema nervoso central, parte do cérebro responsável pela nossa capacidade de aprendizagem.

As pesquisas em torno da IA começaram por volta dos anos 1950 e foram impulsionadas pelo desejo dos cientistas de desenvolver máquinas que pudessem pensar e agir de maneira autônoma. Com o avanço da tecnologia e a evolução computacional, a IA foi ganhado cada vez mais força e hoje já está presente em diversos lugares.

Para que os smartphones se tornassem capazes de reconhecer e até analisar a voz humana, por exemplo, muito estudo foi necessário. Esse tipo de recurso só é possível porque as máquinas passaram por um longo período de “treinamento” até adquirirem novas capacidades.

Quando se trata da solução de problemas, as máquinas dependem não apenas da programação mas também de interações com o ser humano para melhorar a sua habilidade de encontrar respostas para certos tipos de questões. No entanto, embora elas dependam da gente, as máquinas conseguem processar uma quantidade de dados que os humanos não conseguem.

Diante de um contexto em que as empresas armazenam um volume cada vez maior de dados que, consequentemente, precisam ser analisados de forma rápida, a inteligência artificial na gestão se torna um enorme diferencial competitivo. Saiba como isso é possível no próximo tópico.

Inteligência artificial na gestão: importantes parceiros no negócio

Já estão disponíveis hoje no mercado aplicações capazes de compreender a linguagem natural, identificar padrões e até de aprender. Por conta disso – e também por esses programas não serem influenciados pelas emoções, que é o nosso caso –, o uso da inteligência artificial na gestão chegou para revolucionar o mundo corporativo.

Embora a IA já fosse aplicada em outras áreas, como na saúde e no entretenimento, e a sua adaptação aos negócios seja mais recente, os ganhos já são bastante visíveis. Por meio da integração com as redes sociais, internet das coisas (IoT) e análise de dados, a IA passou a fazer parte da realidade de diferentes perfis de organização, nas mais diversas áreas.

Tanto que a inteligência artificial na gestão pode ser observada em inúmeras tarefas de rotina, como no processamento de dados, otimização de processos, atendimento ao cliente e por aí vai. Além de trazer mais agilidade, essa tecnologia consegue identificar variáveis antes imperceptíveis, revelando dados importantes que costumavam passar despercebidos pelos gestores.

Acima de tudo, a IA é vista hoje como uma peça-chave em relação às estratégias de negócios. Isso porque, graças à análise de banco de dados, esses programas ajudam na tomada de decisão, projetando cenários e possíveis consequências para as empresas. Ainda, os sistemas de inteligência artificial na gestão podem até mesmo antecipar as ações dos usuários.

Isso só é possível devido à capacidade deles de aprender e de identificar padrões de comportamento, que vão sendo aprimorados conforme o uso. Dessa maneira, as máquinas podem passar a substituir, sobretudo, as atividades mais operacionais e repetitivas, liberando os gestores para as tarefas mais estratégicas.

Os maiores benefícios da inteligência artificial na gestão

Menos falhas

O uso da IA nos processos da empresa trazem mais confiabilidade, diminuindo as chances de erros. Afinal, quando os mesmos processos são executados por pessoas, as chances de falhas costumam ser maiores.

Redução de custos

Essa diminuição em relação aos erros também colabora para a redução de custos operacionais. Além disso, por automatizar tarefas, a IA dispensa mão de obra para determinadas atividades e, portanto, reduz os gastos trabalhistas da empresa.

Menos burocracia e mais produtividade

É praticamente impossível não haver burocracia dentro de uma organização, já que para o seu pleno funcionamento os processos precisam ser seguidos à risca. Porém, outro benefício da inteligência artificial na gestão é que ela permite que os gestores deixem de perder tempo com a burocracia para se dedicar às atividades que agregam valor, aumentando a produtividade da empresa.

Desenvolvimento do negócio

Uma vez que diversas tarefas de rotina se tornam automáticas com a implementação da IA, todos os colaboradores passam a ter mais tempo disponível para os assuntos estratégicos. Assim, os gestores conseguem focar nas estratégias da empresa e no desenvolvimento do negócio.

5 dicas para aplicar a inteligência artificial na sua empresa

Introduzir a inteligência artificial na gestão do negócio é menos complicado do que você imagina. Apesar de alguns gestores acreditarem que a IA está ao alcance apenas das grandes empresas, saiba que isso não é verdade, pois o acesso a essas ferramentas é cada vez mais fácil. Confira as dicas que separamos para você:

1. Valorize a cultura de inovação

As empresas inovadoras, ou seja, aquelas que estão continuamente em busca de novidades e investindo em novas tecnologias, já vêm adotando a inteligência artificial na gestão empresarial. Portanto, é preciso deixar o receio de lado e, ao mesmo tempo, mudar o olhar da organização em relação à inovação para que os benefícios da IA sejam alcançados.

2. Faça uma avaliação inicial

Revise os processos da empresa e verifique em que setores é possível fazer o uso de ferramentas de IA para reduzir custos e otimizar o trabalho da equipe. Dar esse passo inicial é fundamental para que você seja capaz de priorizar as áreas mais críticas.

3. Conte com uma formação especializada

É claro que a aplicação de uma nova tecnologia não acontece de uma hora para outra ou somente pela força de vontade dos gestores. Por isso, adquirir conhecimento sobre inteligência artificial na gestão empresarial e investir em uma formação especializada também é bastante importante.

4. Priorize as melhorias diretas

Você pode aplicar a IA em diferentes áreas da empresa. No entanto, o mais recomendado é começar pelas atividades cujas melhorias são diretas, como é o caso do TI e do departamento financeiro.

5. Invista em outras áreas

Agora, sim, é hora de partir para as demais áreas da empresa, como vendas, marketing, recursos humanos, entre outras. O uso da inteligência artificial na gestão dos canais de atendimento ao cliente, por exemplo, já é bastante conhecido e feito por meio dos chatbots, como são chamados os assistentes virtuais.

Este post te ajudou a tirar as suas dúvidas sobre inteligência artificial? Assine a nossa newsletter e continue acompanhando os principais assuntos de gestão empresarial!

VOCÊ PODE GOSTAR TAMBÉM DE:

Comentários:

Século XXI Conveniada FGV - Cursos de MBA, Gestão Empresarial, Gestão Comercial

© 2019 - Todos os direitos reservados

Fundada em fevereiro de 2000, a Século XXI Desenvolvimento Organizacional Ltda. é uma empresa com atuação na área de prestação de serviços em Educação Continuada e Consultoria, com foco no setor empresarial. É conveniada da Fundação Getulio Vargas - FGV Management para as regiões Centro-Oeste, Sudoeste e Alto Paranaíba, do Estado de Minas Gerais.

Século XXI Conveniada FGV - Cursos de MBA, Gestão Empresarial, Gestão Comercial, Avenida São Vicente, 469 - 1º andar - Centro
Tel.: +55 (37) 3212-9525