PESQUISAR

11 tipos de marketing para você ficar atento

Tempo de Leitura: 7 minuto(s)

Publicado em 13 de Novembro de 2019. - Atualizado em 14 de Janeiro de 2020 às 08:42. Por: SÉCULO XXI - CONVENIADA FGV.

TAG's: tipos, marketing, voce, ficar, atento

Embora o termo “marketing” seja usado de maneira genérica por quem não é da área, é importante ressaltar que existem vários tipos de marketing. E cada um deles possui objetivos específicos e colaboram de maneiras diferentes para a estratégia da empresa.

Assim como outras áreas, o marketing passa por constantes mudanças, adaptando-se aos novos contextos, tecnologias e necessidades dos consumidores. Mesmo que você não precise trabalhar com todos eles, vale a pena ao menos conhecer os tipos de marketing.

Afinal de contas, você nunca sabe quando vai precisar deles. Quando você menos esperar, podem ser eles os recursos mais valiosos para o sucesso da sua marca. Continue lendo!

Conheça os 11 principais tipos de marketing

Qual deles será que mais combina com os objetivos do seu negócio? É o que você vai descobrir a seguir:

1. Marketing Digital

O Marketing Digital se tornou o queridinho de muitas marcas nos últimos anos. Isso porque diversas ações realizadas no universo online fazem parte dele. Portanto, ele é bastante abrangente.

Mas o que faz com que esse tipo de marketing se destaque é o resultado gerado por ele. Tanto que a maior parte dos investimentos das empresas em marketing é voltada para as estratégias digitais. Afinal, a internet e as redes sociais se tornaram os meios mais efetivos de se comunicar com diversos públicos.

2. Marketing de Conteúdo

Você já deve ter ouvido falar do Marketing de Conteúdo, outro que se destaca entre os tipos de marketing. Ele é considerado uma das ferramentas mais valiosas para colocar em prática a estratégia da empresa.

A ideia é disponibilizar conteúdo de qualidade e, ao mesmo tempo, com foco nas necessidades do público. Entre os principais formatos estão os artigos para blog, e-books, infográficos e posts em redes sociais. A partir deles, a empresa pode educar o público sobre determinado assunto, apresentar soluções para problemas e ajudar na tomada de decisão.

3. Inbound Marketing

Embora o Inbound Marketing seja parecido com o Marketing de Conteúdo, fique sabendo que eles são diferentes. Ambos procuram oferecer conteúdo relevante. Porém, a diferença está no objetivo desses dois tipos de marketing.

Enquanto o Marketing de Conteúdo é usado como recurso para diversas estratégias, o Inbound Marketing é voltado para as vendas. Sendo assim, as ofertas de conteúdos acompanham a jornada do cliente para mostrar que a empresa oferece o que ele precisa.

4. Outbound Marketing

Já o Outbound Marketing é o nome que ganhou o que era conhecido como Marketing Tradicional. Enquanto no Inbound o consumidor chega até a marca e conclui sozinho que se trata da melhor opção, no Outbound é a empresa quem diz isso a ele.

Não há público definido, já que o intuito é surpreender as pessoas com a mensagem transmitida por meio da televisão, rádio, jornal, outdoor, banner e até mesmo do telemarketing. No entanto, os resultados obtidos por meio dessas ações são a curto prazo.

5. Marketing Institucional

Diferentemente dos outros tipos de marketing apresentados até aqui, o Marketing Institucional não é direcionado à venda de produtos ou serviços. Como o nome sugere, o objetivo dele é divulgar e ao mesmo tempo fortalecer a imagem da marca.

Portanto, não se trata de lançar uma única campanha. O institucional pede uma série de estratégias para posicionar a empresa no mercado, fazer as pessoas se lembrarem dela e até mesmo associarem a marca a uma ideia, conceito, estilo de vida.

6. Endomarketing

O Endomarketing também é bem diferente dos demais porque ele foca no ambiente interno da empresa. Nesse caso, os “clientes” são os próprios colaboradores. Isso é importante já que o desempenho deles afeta diretamente a satisfação dos consumidores.

Mais do que isso, as ações de Endomarketing buscam criar um ambiente de trabalho saudável, o que favorece a motivação e a produtividade das equipes. É uma maneira de fortalecer a ideia de que todos têm valor para os resultados obtidos e garantir que eles estejam alinhados aos valores da empresa.

7. Marketing de Relacionamento

O Marketing de Relacionamento mostra que só vender não é o suficiente para a sustentabilidade de qualquer negócio. As marcas precisam se relacionar com o cliente, mostrar proximidade e, de fato, conquistá-lo.

Isso significa que as ações não terminam quando a venda é realizada. As estratégias pós-venda são igualmente importantes. Elas devem mostrar ao cliente que a empresa tem a intenção de criar um vínculo, ou seja, manter uma relação duradoura com ele. Assim, é possível aumentar não só a retenção, mas também a satisfação dos clientes.

8. Marketing Direto

No Marketing Direto, a empresa fala diretamente com cada cliente. Não há nenhum tipo de canal intermediário. A grande vantagem em relação aos demais tipos de marketing é que ele permite medir os resultados de forma bastante simples.

Isso porque ele funciona por meio do disparo de e-mail marketing, mensagem SMS, ligação de telemarketing, etc. Apesar de a mensagem ser padronizada, a comunicação usa o nome do cliente para transmitir uma sensação de exclusividade.

9. Marketing de Guerrilha

No Marketing de Guerrilha, quem fala mais alto é a criatividade. Esse tipo de marketing foi inspirado nas táticas usadas na Guerra do Vietnã e é usado para promover campanhas pouco convencionais para “atacar” os concorrentes. Ou seja, as ações sempre têm um alvo.

A gigante Coca-Cola é uma marca conhecida por promover o Marketing de Guerrilha. Um caso para ilustrar do que se trata foi a ação feita no Valentine’s Day. Uma máquina de vendas de Coca-Cola foi colocada em um movimentado shopping em Istambul. Mas, para a máquina funcionar, os casais precisavam “provar” que eram casais – dando um beijo ou abraço carinhoso.

10. Marketing Verde

Também conhecido como Ecomarketing, o Marketing Verde está ligado à educação ambiental e sustentabilidade. Esses são temas que não podem ser deixados de lado pelas empresas diante do aumento da preocupação com as mudanças climáticas.

As marcas que oferecem soluções ou produtos que não são nocivos ao meio ambiente, foram produzidos de maneira sustentável ou beneficiam o meio ambiente precisam transmitir essa mensagem. É disso que se trata esse tipo de marketing: associar a consciência ambiental à imagem da empresa.

11. Marketing Social

Esse é mais um dos tipos de marketing com o intuito de conscientizar o público, mas nesse caso é voltado para as causas sociais. Afinal de contas, o sucesso de uma marca não está apenas no lucro gerado, mas também no papel dela na sociedade. E cada empresa deve escolher a sua causa.

Há empresas que promovem comportamentos positivos, hábitos saudáveis, o combate a doenças, defendem a diversidade, entre outras causas. Ou seja, a partir de um problema, a marca se posiciona como um agente ativo em busca de soluções.

Você já conhecia todos esses tipos de marketing? Siga a Século XXI no Linkedin e fique por dentro de outros temas importantes no mundo dos negócios! 

VOCÊ PODE GOSTAR TAMBÉM DE:

Comentários:

Século XXI Conveniada FGV - Cursos de MBA, Gestão Empresarial, Gestão Comercial

© 2020 - Todos os direitos reservados

Fundada em fevereiro de 2000, a Século XXI Desenvolvimento Organizacional Ltda. é uma empresa com atuação na área de prestação de serviços em Educação Continuada e Consultoria, com foco no setor empresarial. É conveniada da Fundação Getulio Vargas - FGV Management para as regiões Centro-Oeste, Sudoeste e Alto Paranaíba, do Estado de Minas Gerais.

Século XXI Conveniada FGV - Cursos de MBA, Gestão Empresarial, Gestão Comercial, Avenida São Vicente, 469 - 1º andar - Centro
Tel.: +55 (37) 3212-9525