PESQUISAR

O que move a Mulher Empreendedora e como ela pode brilhar mais nas vendas

Tempo de Leitura: 9 minuto(s)

Mulher por si só é múltipla, pode ser mãe, casada, com filhos, sem ensino médio completo ou solteira, jovem e pós-graduada, da forma que for mulher sabe o que quer e não tem medo quando decide concretizar um sonho. Ainda mais quando é uma mulher empreendedora.

Que a chamem de louca, ela se conhece o suficiente para dar ouvidos ao que acrescenta a sua jornada. Que não será fácil e mesmo assim (talvez até pela adrenalina do desafio) ela segue em frente. 

Você já conversou de negócio com uma mulher empreendedora? Perguntou como e quando ela decidiu montar sua empresa? Você sabe o que move esse tipo de mulher? Acreditamos que não é só por necessidade, mas por gosto, paixão e amor.

Em Divinópolis as mulheres estão convidadas a participarem do II Seminário Mulher Empreendedora no auditório do Verona Tower Hotel, de 8h às 10h, com duas palestras que buscam promover o encontro dessas mulheres e a oportunidade de uma boa troca de conhecimento. Os homens que puderem contribuir e se interessarem pelos assuntos serão obviamente muito bem vindos.

A primeira palestra será com Marcela Linhares, psicóloga e consultora em gestão de pessoas na Formatar Consultoria e Assessoria, num bate papo com convidadas com o tema: “O que move a mulher empreendedora?” e no segundo momento o professor da FGV, André Ortiz, traz o tema “Como brilhar mais em vendas”.

O Seminário Mulher Empreendedora é uma iniciativa da Formatar Consultoria e Assessoria para Gestão de Negócios em parceria com a Século XXI - Conveniada FGV e da Associação Comercial, Industrial, Agropecuária e Serviços de Divinópolis (Acid).

O que realmente move a Mulher Empreendedora?

Tomar a decisão de montar um negócio próprio pode vir muitas vezes pela necessidade de complementar a renda, mas um dos grandes motivos de permanecer empreendendo é poder realizar um sonho e ainda trabalhar com o que mais ama.

A flexibilidade com horários para estar mais com a família ou ter mais tempo para si também são consequências e realizações que a mulher busca ao empreender por conta própria.

O SEBRAE divulgou no ano passado o Perfil da Mulher Empreendedora 2017 com as características e as principais razões que levam a mulher mineira a empreender. 

Segundo a pesquisa a maioria das empresárias mineiras têm entre 31 e 40 anos com pelo menos o ensino médio completo, casada e possui filho.

Atuam com predominância no setor de comércio (47,9%) apesar da pouca diferença com a porcentagem que empreende na área de prestação de serviços (35,2%).

Para pelo menos 21% das empresárias mineiras, empreender não foi empecilho para a maternidade. A pesquisa finaliza com uma comparação entre o estilo de gestão entre homens e mulheres e aponta que não há diferenças gritantes.

Se ela enfrenta desafios? Com certeza, o interessante na postura de uma mulher com visão empreendedora é que esses desafios são como combustíveis que alimentam diariamente seu sonho.

  1. Maternidade: será que os filhos atrapalham ou são naturalmente a razão pela qual a mulher se aventura no mundo dos negócios? Ter mais condições de prover uma vida melhor para a família está entre os fatores que movem a mulher empreendedora. 
  2. Falta de apoio familiar: muitas relatam o descrédito que a família dá a ideia de negócio, ou ela é jovem demais para pensar nessas coisas ou se é velha demais pra fazer qualquer coisa, será? Você pode acreditar primeiro em si e encarar de cabeça erguida seu caminho pelo empreendedorismo.
  3. Conseguir investimento: as mulheres ainda enfrentam dificuldades para terem crédito aprovado em banco ou são desacreditados pelos investidores. Como conseguir um bom investimento? Estude e crie seus argumentos, pesquise, valide a sua ideia, conheça seu mercado e faço do seu sonho algo útil e necessário para a sociedade.  
  4. Mundo digital: para as jovens mulheres empreender no meio digital é um segmento óbvio, mas e as mulheres que vem de uma geração que não foi acostumada a smartphone, internet e redes sociais? Nunca é tarde para aprender e encontrar pessoas dispostas a te ajudarem, quando se tem uma boa ideia, não será tão difícil. O mercado digital é extremamente amplo, mas ainda é feito por pessoas e para pessoas.   
  5. Discriminação: enfrente isso com coragem, conheça você mesma muito bem para não se deixar atingir por preconceitos que já deviam ter ficado no passado. Sexo, cor, religião, orientação sexual e classe social não determinam seu caráter, são características suas, mas não é apenas isso que te define. Suas atitudes e escolhas tomadas pela emoção ou pela razão é que vão realmente dizer quem você é e o que você quer fazer da sua vida. 
  6. Educação: já dissemos antes, nunca é tarde para aprender, seja no campo profissional, financeiro ou na gestão de um negócio (em todos de preferência), buscar conhecimento deve ser palavra de ordem na rotina de qualquer empreendedor, seja mulher ou homem. A vida já é um constante aprendizado e se você não se prepara e atualiza sobre o que faz como vai conseguir chegar onde quer?

Ter persistência e coragem vão fazer uma diferença grande no começo e na continuidade do seu negócio. Essas reflexões serão levantadas também pela Marcela Linhares no Seminário Mulher Empreendedora.

Vamos falar mais sobre cada desafio que empresárias e empresários enfrentam aqui no blog. Sobre o que você gostaria de ler aqui no blog da Século XXI?

Como faz para brilhar mais em vendas? 

O quanto vender é importante para você? Quem atua no comércio lida diariamente com metas e sabe que o bom atendimento ao cliente é marca de vendedor.

O professor da FGV André Ortiz vem a Divinópolis com a palestra “Como brilhar mais em vendas?”, no segundo painel do Seminário Mulher Empreendedora, ele é um vendedor nato e pesquisador sobre as melhorias nos processos de venda e um estudioso do comportamento de um vendedor. 

No seu canal do YouTube faz vídeos explicativos e motivadores que vão te fazer refletir sobre ser vendedor. Separamos um em especial que questiona o que é ser vendedor? 

André diz que para ser um bom profissional de vendas você deve entender de gente, ser persistente e paciente, que são também atributos de uma pessoa empreendedora, concorda?

Conhecer boas práticas da gestão comercial alinhadas aos 5 passos da realização de uma venda são muito importantes e caso você atue no meio digital entender o conceito de vendarketing será uma estratégia inteligente para aumentar suas vendas no meio online.

  • Prospectar: seja com uma lista de contatos fria ou usando os leads qualificados pelo departamento de marketing, caso você use estratégias de marketing digital prospectar é atrair o cliente.
  • Atender: quando uma pessoa entra na sua loja o que você faz? Pergunta e dispara a falar e mostrar todos os produtos ou pergunta e escuta a pessoa? Atendimento é saber ouvir o outro e identificar a solução para o que ela precisa.
  • Negociar: é uma conversa em que você ajuda, explica e tira toda e qualquer dúvida do seu prospect, você pode realizar uma negociação de venda com a postura de que você está lá para servir e encontrar a melhor solução para a pessoa.
  • Fechar: fazer com que ela seja bem atendida, mostrar o valor do que você vende e que seja útil resolvendo os problemas do seu potencial cliente, fechar a venda é uma consequência natural. Você faz bons negócios à medida que tem a capacidade de se conectar e escutar as pessoas.
  • Acompanhar: muitos vendedores param no fechamento da venda e perdem total contato com o cliente, esquecem de realizar o pós-venda. Acompanhar o cliente após concluída a compra é saber dele o quanto foi útil o produto ou serviço, é se colocar à disposição caso ele necessite de outra coisa e que se ele tiver dúvida você está lá como suporte. 

No meio online o acompanhamento do cliente é realizado desde o atendimento, principalmente para produtos e serviços com um ciclo de venda longo, que demanda um processo de negociação maior.

A mensagem principal que o professor André sempre deixa em seus conteúdos é a capacidade que vendedor tem de vender com amor. De se doar completamente e se envolver com a história do cliente, com atenção, respeito e realmente buscando a melhor solução para a pessoa.

Para mulheres e homens que buscam empreender ou que já possuem negócio próprio trabalhar o espírito empreendedor-vendedor é exercício diário para ser feito com foco e determinação de bailarina ou campeão olímpico.

Gostou deste conteúdo? Siga a Século XXI no Facebook, Instagram ou LinkedIn e acompanhe nossa agenda mensal de eventos.

VOCÊ PODE GOSTAR TAMBÉM DE:

Século XXI Conveniada FGV - Cursos de MBA, Gestão Empresarial, Gestão Comercial

© 2018 - Todos os direitos reservados

Fundada em fevereiro de 2000, a Século XXI Desenvolvimento Organizacional Ltda. é uma empresa com atuação na área de prestação de serviços em Educação Continuada e Consultoria, com foco no setor empresarial. É conveniada da Fundação Getulio Vargas - FGV Management para as regiões Centro-Oeste, Sudoeste e Alto Paranaíba, do Estado de Minas Gerais.

Século XXI Conveniada FGV - Cursos de MBA, Gestão Empresarial, Gestão Comercial, Avenida São Vicente, 469 - 1º andar - Centro
Tel.: +55 (37) 3212-9525