PESQUISAR

7 sinais de que sua carreira de gestor precisa de um upgrade

Tempo de Leitura: 7 minuto(s)

Como anda a sua carreira de gestor? Parar para refletir sobre o percurso profissional que estamos seguindo faz toda a diferença para quem deseja se aprimorar e alçar voos ainda mais altos.

Quando se trata dos gestores de empresa, é comum que profissionais ainda pouco experientes ocupem esses cargos por terem tido uma ascensão acelerada. Embora isso pareça positivo em um primeiro momento, já que esse crescimento inclui maiores salários e reconhecimento, por outro lado, há consequências.

A falta de conhecimento, de competências necessárias e a inexperiência dos gestores resultam em uma gestão, muitas vezes, ineficiente, pouco adequada ao contexto e mais exposta a erros corriqueiros. Ainda que esses fatores façam parte do processo de aprendizado dos profissionais, eles podem comprometer os resultados da empresa.

Isso acontece com mais frequência do que se imagina. Dessa maneira, a carreira de gestor de diversos profissionais é desenvolvida na prática, já que as organizações não se preparam para crescer e promovem funcionários sem a devida qualificação. Ou seja, os conhecimentos vão sendo adquiridos no dia a dia e conforme os problemas enfrentados pelos profissionais.

Por isso, se você ocupa um cargo de gestão, não deixe de conferir a lista abaixo com os sete sinais que mostram que a sua carreira está precisando de um upgrade!

Esses sete sinais alertam que é preciso investir na carreira de gestor

1. Ausência de visão estratégica

Ter uma visão restrita ou limitada da empresa é algo que afeta diretamente a carreira de gestor. Isso porque a contribuição desses profissionais se origina do olhar sobre o todo, ou seja, do entendimento profundo do negócio da empresa e do contexto no qual ela está inserida.

Mais do que saber qual caminho a empresa está seguindo, os gestores devem ter uma visão estratégica voltada ao futuro. Trata-se de identificar tendências de mercado, riscos para o negócio e oportunidades de sucesso. Se você não tem conseguido definir objetivos e o que deve ser feito para atingi-los, algo deve estar errado.

2. Dificuldade para identificar problemas

Uma das funções dos gestores é olhar para os diferentes departamentos da empresa e apontar onde estão os principais problemas. Quando bem qualificados, eles são capazes de identificar as maiores dificuldades, conflitos nas equipes, entre outros problemas que atrapalham o bom funcionamento da empresa.

A questão é que nem todos detêm os conhecimentos necessários para desempenhar essa tarefa. Afinal, só observar o andamento dos processos e o trabalho dos colaboradores não é suficiente. Fazer a devida identificação de problemas demanda diversas habilidades essenciais para a carreira de gestor.

3. Não saber onde investir

A empresa tem uma verba disponível e você não faz ideia de onde investir ou qual área demanda mais recursos? Se esse é o seu caso, fique sabendo que passou da hora de você dar um gás na sua carreira de gestor. Aliás, qualquer negócio deve contar com líderes aptos a administrar os recursos financeiros disponíveis.

Todo dinheiro que a empresa gasta é um investimento e, portanto, precisa ser usado para as coisas certas. Mas para que isso aconteça, o gestor precisa fazer o diagnóstico correto das áreas que demandam investimentos mais urgentes e que trarão melhores retornos para o negócio.

4. Insegurança na tomada de decisão

Durante toda a sua carreira de gestor, você terá que tomar decisões cruciais que afetam o futuro da empresa. Não se pode negar que esta é uma responsabilidade gigantesca. No entanto, ela faz parte das atribuições dos gestores. Essas decisões incluem, por exemplo, a abertura de uma unidade, contratação de colaboradores, investimento em marketing, criação de um novo produto, etc.

Quando o gestor se sente inseguro para tomar essas decisões é sinal de que há um problema ali. Isso porque a insegurança, geralmente, vem da falta de conhecimento. E o profissional que conhece a fundo o negócio e o mercado está mais apto a ter certeza de que está tomando as decisões mais certeiras.

5. Ausência de diferencial

Quem está trilhando a carreira de gestor sabe que o mercado de trabalho está cada vez mais competitivo. Diante disso e da dinamicidade do mundo, não basta ser engajado e competente. É preciso sempre ir além e investir constantemente em você mesmo, escolhendo bons cursos em instituições que são referência no universo dos negócios.

Os profissionais que deixarem de buscar um diferencial em relação aos demais correm o risco de serem substituídos por outros mais qualificados. Afinal, quanto mais aprofundado é o conhecimento em gestão, mais eficiente é o trabalho do gestor e, consequentemente, os resultados também são melhores.

6. Uso de práticas obsoletas

Você já parou para se perguntar o porquê do uso de certas práticas na sua rotina profissional? Se você é do tipo que “faço assim porque sempre fiz desse jeito”, saiba que está na hora de repensar o modo como você lida com a sua carreira de gestor. Seja qual for a área de atuação, nenhum profissional deve ficar parado no tempo.

O mundo dos negócios é bastante dinâmico e o tempo todo novas práticas de gestão passam a ser utilizadas. Um exemplo disso é o uso das tecnologias, sistemas e aplicativos que facilitam diversas tarefas dentro das empresas. Sem se atentar a elas, você só tem a perder em termos de produtividade.

7. Carência de competências de gestão

O sucesso na carreira de gestor envolve uma combinação de técnicas e competências comportamentais que todo líder deve ter. Algumas delas foram mencionadas nos tópicos anteriores, como a tomada de decisão e visão estratégica. Entretanto, o empreendedorismo, capacidade de negociação e gestão de pessoas também fazem parte das competências fundamentais.

Embora no dia a dia da profissão seja possível desenvolver algumas dessas habilidades, vale apontar que elas não são implantadas da noite para o dia. Para adquiri-las, de fato, é necessário passar por um processo de aprendizado que envolve muito estudo.

Aprender é a melhor solução

Você observou algum ou vários dos sinais apontados acima na sua carreira de gestor? Se a resposta for "sim", chegou a hora de tomar uma atitude. Mesmo que você não considere tão necessário agora, ao deixar de investir em si mesmo para sanar esses problemas você corre um sério risco de perder espaço para profissionais mais capacitados.

Fique tranquilo, pois isso não significa que você é um mau gestor. O ponto é que talvez estejam faltando algumas competências e conhecimentos importantes para o exercício da sua profissão. Mas o que é preciso fazer nesse caso?

A melhor saída é investir em um curso especializado em gestão empresarial. Esse tipo de formação leva os profissionais a estudar, por exemplo, marketing, finanças, economia, gestão de pessoas, entre outros temas necessários para o aprimoramento das práticas de gestão.

Ficou interessado e quer saber mais sobre o curso de MBA em Gestão Empresarial? Clique aqui para encontrar todas as informações sobre o curso.

VOCÊ PODE GOSTAR TAMBÉM DE:

Comentários:

Século XXI Conveniada FGV - Cursos de MBA, Gestão Empresarial, Gestão Comercial

© 2019 - Todos os direitos reservados

Fundada em fevereiro de 2000, a Século XXI Desenvolvimento Organizacional Ltda. é uma empresa com atuação na área de prestação de serviços em Educação Continuada e Consultoria, com foco no setor empresarial. É conveniada da Fundação Getulio Vargas - FGV Management para as regiões Centro-Oeste, Sudoeste e Alto Paranaíba, do Estado de Minas Gerais.

Século XXI Conveniada FGV - Cursos de MBA, Gestão Empresarial, Gestão Comercial, Avenida São Vicente, 469 - 1º andar - Centro
Tel.: +55 (37) 3212-9525