PESQUISAR

Você tem as competências de liderança para gerir pessoas?

Tempo de Leitura: 7 minuto(s)

O mundo corporativo vem percebendo, cada vez mais, que a gestão de pessoas deve estar em primeiro plano para o sucesso de qualquer negócio. Dessa forma, as competências de liderança também têm ganhado maior atenção dos profissionais nos últimos anos.

Pensando nisso, preparamos este conteúdo especial para você. Aqui, você vai encontrar uma lista das competências de liderança que os gestores devem ter e entender por que é preciso investir em você mesmo.

9 competências de liderança que os gestores devem ter

1. Alto padrão ético

Ter um alto padrão ético e moral é uma das principais competências de liderança. Afinal de contas, todos os membros da equipe devem sentir que estão sendo tratados de forma justa, igualitária e sem jamais se sentirem rebaixados.

Além disso, na hora de resolver conflitos, essa é uma das competências de liderança que devem estar presentes. Isso porque é ela que será responsável por guiar as decisões tomadas e garantir que esteja de acordo com os valores morais da empresa.

2. Comunicação clara

É extremamente comum que confusões na hora de transmitir mensagens, ideias e delegar tarefas aconteçam por conta de ruídos de comunicação. O que isso quer dizer? Os ruídos acontecem quando algo não é comunicado corretamente, gerando mal-entendidos entre as pessoas.

Com o objetivo de evitar essas situações, comunicar-se de forma clara deve ser uma das competências de liderança de todo gestor. Às vezes, os resultados são diretamente afetados não por erros de um colaborador, mas porque alguma coisa não foi comunicada com clareza.

3. Flexibilidade de opinião

Ser rígido demais não é uma característica valorizada no mundo corporativo. E isso vale até mesmo para quando se trata de opinião. Os líderes geralmente ocupam essas posições por terem mais conhecimento na área, mais experiência e até mais tempo de casa.

No entanto, nem sempre isso significa que a opinião de um líder vai sempre valer mais do que a de um subordinado. Por isso, uma das competências de liderança mais importantes é saber mudar de opinião quando necessário. Não bata a cabeça na mesma tecla e saiba que, às vezes, é preciso aceitar que você está errado.

4. Incentivar a capacitação da equipe

A motivação de qualquer equipe está ligada ao sentimento de valorização enquanto profissionais. Em outras palavras, as pessoas se sentem mais motivadas, empenhadas e felizes no trabalho quando elas percebem que seus líderes se importam com elas.

Uma das melhores maneiras de demonstrar o compromisso com o crescimento da equipe é por meio do incentivo à capacitação. Quando isso acontece, os sentimentos de gratidão, lealdade e segurança são despertados nos colaboradores. Isso é bom para eles e, ao mesmo tempo, para a organização como um todo.

5. Dialogar com toda a equipe

Embora pareça óbvio, vale reforçar que o diálogo com o time é uma das competências de liderança que não podem ser deixadas de lado. Afinal, o diálogo é a base de qualquer relação saudável, inclusive no ambiente de trabalho. E elas devem ser frequentes e abertas.

De nada adianta um gestor marcar reuniões periódicas cheias de formalidade, nas quais ninguém se sente confortável para se expressar. As conversas devem acontecer sempre, com a maior frequência possível, para que a equipe ganhe confiança e consiga falar abertamente com seus superiores.

6. Ser aberto a novas ideias

É mais do que normal que, depois de anos trabalhando na mesma área ou na mesma empresa, as pessoas sigam aquela velha ideia de fazer algo de tal jeito porque “foi sempre assim”. Mas essa é uma característica que deve passar bem longe das competências de liderança de um bom gestor.

Um líder de sucesso deve estar sempre aberto a novas ideias, modos de pensar, formas de resolver problemas, entre outros. Isso porque algumas ideias, ainda que pareçam estranhas num primeiro momento, podem fazer toda a diferença para a cultura da empresa, processos e até para os resultados.

7. Aceitar os erros

Por mais que a maioria das pessoas saiba disso, é importante ressaltar que ninguém nasce sabendo tudo. E, por isso, todos nós estamos sujeitos a cometer erros. Porém, os fracassos não devem ser encarados apenas como algo negativo.

Muito do que aprendemos vem dos erros que cometemos. Para que as pessoas não se sintam inseguras, uma das competências de liderança essenciais é saber aceitar os erros e também tentar criar um sentimento em toda a equipe de que o fracasso vale tanto quanto o sucesso.

8. Transmitir segurança

Seguindo a mesma lógica, outra habilidade que entra para a lista das competências de liderança fundamentais para os gestores é a de passar segurança para o time. Seja qual for o momento da vida profissional do colaborador, diversos são os fatores que bloqueiam as tentativas por medo de errar.

Diante disso, os gestores devem estar preparados para mostrar a todos da equipe que é preciso tentar, inovar e trazer novas ideias sem o receio do que pode dar errado. Afinal, sem tentar é impossível saber se uma proposta vai dar certo ou não.

9. Criar líderes

Por fim, a última das competências de liderança que todo gestor deve ter em mente é a de criar uma nova geração de líderes. Os profissionais precisam se renovar e, naturalmente, alguns começam a deixar o mercado, depois de uma longa carreira, para que novos venham substituí-los.

Com isso em mente, os gestores comprometidos com o mercado em que atuam devem se preocupar em colaborar para a formação da próxima geração. Portanto, mais do que incentivar a capacitação dos colaboradores, as lideranças precisam aprender a transmitir os principais ensinamentos adquiridos durante suas carreiras.

Investir em conhecimento é primordial

Na teoria, as competências de liderança são coisas simples e, muitas vezes, até bastante óbvias para a maioria dos profissionais. Entretanto, o verdadeiro desafio aparece na hora de colocá-las em prática no dia a dia da empresa.

É por isso que investir em uma qualificação, como um curso de MBA para gestores, faz toda a diferença. Na posição de líder, os profissionais precisam superar inúmeros obstáculos todos os dias e nem sempre é possível dar conta de tudo. Dessa forma, ter um direcionamento adequado pode impactar e transformar a sua experiência enquanto gestor.

Esse tipo de curso proporciona um vasto conhecimento das melhores práticas de gestão estratégica, gerenciamento de projetos, técnicas de aprendizagem, ética, cultura organizacional, entre outros assuntos. Mas, mais do que isso, ele é capaz de te dar as ferramentas necessárias voltadas ao desenvolvimento humano.

Para você ter uma ideia, algumas áreas que geralmente não damos a devida atenção podem nos ajudar e muito! Esse é o caso, por exemplo, da filosofia e sociologia, psicodrama e até neurolinguística. Sendo assim, se você quer dominar todas as competências de liderança para ser o melhor gestor possível, não deixe de investir em você mesmo!

Quer saber ainda mais sobre outros temas fundamentais para a gestão de pessoas? Então não deixe de conferir os demais conteúdos disponíveis no blog!

VOCÊ PODE GOSTAR TAMBÉM DE:

Comentários:

Século XXI Conveniada FGV - Cursos de MBA, Gestão Empresarial, Gestão Comercial

© 2019 - Todos os direitos reservados

Fundada em fevereiro de 2000, a Século XXI Desenvolvimento Organizacional Ltda. é uma empresa com atuação na área de prestação de serviços em Educação Continuada e Consultoria, com foco no setor empresarial. É conveniada da Fundação Getulio Vargas - FGV Management para as regiões Centro-Oeste, Sudoeste e Alto Paranaíba, do Estado de Minas Gerais.

Século XXI Conveniada FGV - Cursos de MBA, Gestão Empresarial, Gestão Comercial, Avenida São Vicente, 469 - 1º andar - Centro
Tel.: +55 (37) 3212-9525